Quinta, 23 de Março, 2017

Investimento estrangeiro no setor produtivo brasileiro foi recorde em janeiro

O investimento direto no Brasil - recursos que entram no país e vão para o setor produtivo da economia - chegou a US$ 11,528 bilhões de dólares em janeiro deste ano.

Brasília - O investimento direto no Brasil - recursos que entram no país e vão para o setor produtivo da economia - chegou a US$ 11,528 bilhões de dólares em janeiro deste ano, informou nesta sexta-feira (17) o Banco Central (BC).

Esse foi o maior valor para o mês na série histórica, que teve início em 1995. Em janeiro de 2016, esses investimentos ficaram em US$ 5,455 bilhões.

Segundo o chefe do Departamento Econômico do BC, Tulio Maciel, é incomum entrar esse volume de recursos no início do ano. Ele explicou que esse resultado foi influenciado por operações no setor de eletricidade. "Tivemos aquisições [de empresas no Brasil] concentradas neste mês no setor elétrico", disse.

Maciel acrescentou que o investimento estrangeiro é a melhor forma de financiar o déficit das contas externas do país, porque os recursos se "incorporam à atividade produtiva, gerando renda, emprego, impostos e naturalmente lucros, com uma parte reinvestida no país".

Em janeiro deste ano, as contas externas ficaram negativas em US$ 5,085 bilhões. Em janeiro de 2016, o saldo negativo das transações correntes - as compras e vendas de mercadorias e serviços e transferências de renda do país com o mundo – foi menor: US$ 4,817 bilhões.

Para Maciel, houve uma expansão "moderada" do déficit em transações correntes, em um cenário de maior dinamismo da atividade econômica em relação a 2016 e também de uma perspectiva de crescimento das exportações". Agência Brasil

Adicionar comentário

Seu apelido/nome:
seu email:
Comentário: