Redes Sociais:
HomeNotíciaSociedadeErro da torre de controle leva avião da TAP a bater asa esquerda numa torre de iluminação do aeroporto de Brasília

Erro da torre de controle leva avião da TAP a bater asa esquerda numa torre de iluminação do aeroporto de Brasília

Um avião da transportadora aérea portuguesa TAP, de modelo A-330, bateu a ponta da asa esquerda em uma torre de iluminação do aeroporto internacional de Brasília, na tarde de sábado (13).

Erro da torre de controle leva avião da TAP a bater asa esquerda numa torre de iluminação do aeroporto de Brasília

Um avião da transportadora aérea portuguesa TAP, de modelo A-330, bateu a ponta da asa esquerda em uma torre de iluminação do aeroporto internacional de Brasília, na tarde de sábado (13).

Brasília – Um avião da transportadora aérea portuguesa TAP, de modelo A-330, bateu a ponta da asa esquerda em uma torre de iluminação do aeroporto internacional de Brasília, na tarde deste sábado (13), informou a Inframérica, empresa que administra o aeroporto Juscelino Kubitscheck.

O avião ia efetuar o voo direto diário, às 16.45 H ( hora local, 20.45 hora de Lisboa), entre a capital brasileira e Lisboa, com 259 passageiros a bordo.

De acordo com a Inframérica, o acidente foi consequência de orientação errada dada pela torre controle do aeroporto, operada pela Aeronáutica militar, que indicou o aparelho a seguir  um caminho que leva às pistas de decolagem e aterrissagem de tamanho não adequado ao porte do avião.

Segundo as autoridades aeroportuárias, não há feridos. Os passageiros foram instalados num hotel de Brasília e deverão embarcar neste domingo.

Nota da Aeronáutica:

“Informamos que, nesta tarde, uma aeronave A-330 Airbus, da TAP Linhas Aéreas, tocou a ponta da asa num poste de iluminação enquanto realizava o seu táxi em direção ao pátio de estacionamento do Aeroporto Internacional de Brasília.

A aeronave pousou às 14h52m na pista 29L (esquerda), e a ocorrência aconteceu na taxiway L4, em operação desde 30 de março. O avião foi rebocado e não há feridos.

Uma equipe do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA) se encontra no local para colher informações acerca dos fatores contribuintes para a ocorrência.”

Compartilhar

Escrito por: webmaster

Nenhum comentário

Deixe um comentário