Redes Sociais:
HomeNotíciaSociedadeOnda de violência atinge Fortaleza

Onda de violência atinge Fortaleza

Fortaleza, capital do Ceará, nordeste do Brasil, continuava, nesta quinta-feira (20), a ser atingida por onda de violência aparentemente dirigida contra as empresas de transportes coletivos da cidade. Entre ontem e hoje, pelo menos 21 ônibus foram incendiados.


Portugal Digital, com Agência Brasil


Após a onda de ataques a veículos de transporte coletivo de Fortaleza durante a tarde e a noite de ontem (19), mais três ônibus foram incendiados durante a manhã desta quinta-feira. Segundo o Sindicato das Empresas do Transporte de Passageiros do Ceará (Sindiônibus), as ocorrências foram nos bairros Vila Velha, Padre Andrade e Mucuripe. Os veículos foram totalmente queimados, mas ninguém se feriu.

Os novos ataques ocorrem mesmo com a operação anunciada pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) de monitorar as principais linhas e vias da cidade com veículos e aeronaves da Polícia Militar.

A população que depende do transporte público para se deslocar ficou apreensiva sem saber se os ônibus circulariam normalmente hoje. “Eu planejei ir hoje para a faculdade quando ouvi as notícias dos novos ataques. Comentei com a minha mãe e ela pediu para eu não sair. Coisa de mãe a gente sempre confia”, conta o estudante Ítalo Bernardo.

Ontem (19), pelo menos 12 ônibus foram incendiados durante a tarde em Fortaleza e seis na região metropolitana. Seis pessoas foram presas suspeitas de participarem dos ataques. Ainda ontem, algumas empresas recolheram os veículos nas garagens até o fim da noite, quando a Secretaria de Segurança Pública anunciou o esquema para garantir o serviço. Hoje, a orientação do Sindiônibus, a associação empresarial de transportes públicos urbanos, é de que as empresas mantenham a circulação das linhas normalmente.

Até o momento não há registro de mortes ou feridos.  De acordo com as estações de televisão,  algumas delegacias da Polícia Civil teriam sido atingidas durante a noite e madrugada pelos disparos de bandidos.

Compartilhar

Escrito por: Portugal Digital

Nenhum comentário

Deixe um comentário