Redes Sociais:
HomeNotíciaPolíticaPatrão da JBS enviou US$150 milhões para campanhas de Lula e Dilma

Patrão da JBS enviou US$150 milhões para campanhas de Lula e Dilma

O empresário Joesley Batista, do grupo industrial de processamento de carnes JBS, disse, em depoimento à Procuradoria Geral da República,  que transferiu para contas no exterior do Brasil US$ 150 milhões de dólares, destinados às campanhas eleitorais dos ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, ambos do PT.

Portugal Digital


Na delação – gravada em áudio e vídeo no dia 3 de maio, em Brasília, na PGR, e tornada pública hoje pelo Supremo Tribunal Federal -, Wesley disse que desse valor US$ 70 milhões foram destinados a Lula e US$ 80 milhões a Dilma.

“Na fase do presidente Lula chegou a US$ 80 milhões de dólares, na fase da presidente Dilma chegou uns US$ 70 [milhões]. Ou ao contrário: US$ 70 [milhões] na do Lula e US$ 80 [milhões] na da Dilma”, afirmou.

As transferências foram feitas a pedido de Guido Mantega, ex-ministro da Fazenda nos governos Lula e Dilma.

Joesley Batista disse aos procuradores que inicialmente pensou que o dinheiro fosse do próprio Guido Mantega, mas que, posteriormente, percebeu que era dinheiro para as campanhas eleitorais. Quando Lula concluiu o seu segundo mandato, Mantega pediu a Wesley que abrisse uma outra conta.

“Quando terminou o governo Lula, ele [Mantega] falou: agora tem que abrir outra conta. Essa conta é da conta do Lula. Essa aqui.. tem que abrir uma para Dilma”, relatou o patrão da JBS à Procuradoria.

Compartilhar

Escrito por: Portugal Digital

Nenhum comentário

Deixe um comentário