Redes Sociais:
HomeNotíciaEconomia e NegóciosLicenciamento de construção em Portugal abrandou no segundo trimestre

Licenciamento de construção em Portugal abrandou no segundo trimestre

No primeiro trimestre do ano o licenciamento de edifícios tinha crescido 29,4%, mas no segundo trimestre aumentou apenas 7,4%, segundo o Instituto Nacional de Estatística. Norte, Lisboa e Centro foram as regiões com maior crescimento.


Portugal Digital


Foto: FCTUNL

O licenciamento de edifícios em Portugal no segundo trimestre teve um crescimento de 7,4% face ao ano passado, muito abaixo do crescimento homólogo de 29,4% verificado no primeiro trimestre deste ano, revelou o Instituto Nacional de Estatística (INE).

No segundo trimestre do ano foram licenciados 4,6 mil edifícios em Portugal, sendo que nos edifícios de construção nova houve em termos homólogos um aumento de 12,4%, enquanto no licenciamento de edifícios para reabilitação se registou um decréscimo de 0,7% face ao ano passado.

Do total de edifícios licenciados no segundo trimestre 67,3% foram construção nova, e desta 69,8% destinaram-se a habitação familiar.

O Norte, a Área Metropolitana de Lisboa e o Centro foram as regiões que evidenciaram maior crescimento em relação ao ano passado. A Madeira, o Algarve e os Açores tiveram uma diminuição do licenciamento de edifícios, de acordo com a mesma fonte.

Edifícios concluídos com subida de 12%

Segundo o INE, no período de abril a junho foram concluídos 2,9 mil edifícios em Portugal, o que traduz um aumento de 12,2% relativamente ao mesmo período de 2016, depois de no primeiro trimestre o crescimento ter sido de 13,1%.

O licenciamento de edifícios em Portugal tem estado desde 2007 em queda. Apenas no início de 2015 teve uma ligeira recuperação, voltando logo de seguida a cair, e somente em meados de 2016 iniciou uma trajetória de crescimento.

 

Compartilhar

Escrito por: Portugal Digital

Nenhum comentário

Deixe um comentário