Redes Sociais:
HomeNotíciaLusofoniaLíder da Renamo diz que encontro com Nyusi “produziu compromissos”

Líder da Renamo diz que encontro com Nyusi “produziu compromissos”

O líder da Renamo, Afonso Dhlakama, afirmou hoje que o encontro com o Presidente moçambicano, Filipe Nyusi, “produziu compromissos” para acelerar as negociações de paz efetiva, servindo também para medir a confiança entre as partes.


Portugal Digital com Lusa


Foto:RTP/Reprod

“Conversamos e chegamos a conclusão de que haviam questões que não podiam limitar-se pelo telefone, que era preciso enfrentar-nos cara a cara”, disse à Lusa, em contato telefónico, o líder da Resistência Nacional Moçambicana (Renamo), principal partido da oposição.

Dhlakama, que falava da serra da Gorongosa, onde se encontra refugiado desde o início de 2016, assegurou que o encontro de domingo, dia 06 de agosto, permitiu às duas partes avanços negociais e aumentou a confiança mútua.

“O encontro serviu para confirmar” essa nova relação. “Falávamos sempre, falamos desde Janeiro”, e esses contatos permitiram aumentar a confiança o que “levou o Presidente Nyusi a vir às matas da Gorongosa” numa “procura pela paz”, sublinhou Afonso Dhlakama, sem detalhes.

Contudo, o líder da Renamo explicou que a reunião foi preparada e planificada entre os dois líderes.

“Conseguimos de facto atingir alguns compromissos, e chegamos a conclusão que as comissões (sobre assuntos militares e de descentralização) tinham que continuar a trabalhar até finais do ano e concluir tudo aquilo que está agendado”, disse Afonso Dhlakama, insistindo que “a esperança para resultados sólidos para a paz aumentou”.

O Presidente moçambicano e o líder da Renamo encontraram-se no domingo, em reunião não anunciada previamente, na serra da Gorongosa, centro de Moçambique, para discutir o regresso à estabilidade política.

Apesar do Acordo Geral de Paz de 1992, Moçambique tem conhecido surtos de violência política e militar depois de a Renamo ter recusado reconhecer a vitória da Frente de Libertação de Moçambique (Frelimo) nas eleições presidenciais.

Compartilhar

Escrito por: Portugal Digital

Nenhum comentário

Deixe um comentário