Redes Sociais:
HomeNotíciaCulturaPresidente da Região Autônoma dos Açores visita o Brasil para eventos em Florianópolis

Presidente da Região Autônoma dos Açores visita o Brasil para eventos em Florianópolis

O presidente do Governo da Região Autônoma dos Açores – arquipélago português no Atlântico norte –  inicia na quarta-feira uma visita de cinco dias ao Brasil, para participar, em Santa Catarina, estado do sul do país, à sessão de abertura do Congresso Internacional que assinala os 270 anos da presença açoriana.


Portugal Digital com Lusa


Ponta Delgada, capital dos Açores                                                                                                                        Foto:RTP/YT/Arq

Esta será a primeira deslocação de Vasco Cordeiro ao Brasil enquanto presidente do executivo açoriano e decorre  da declaração de 2018 como “Ano dos Açores em Santa Catarina”, onde, entre 1748 e 1754, desembarcaram os primeiros emigrantes da região autónoma portuguesa.

No primeiro dia da visita oficial, o chefe do executivo encontra-se com o governador Eduardo Pinho Moreira – que convidou Vasco Cordeiro a deslocar-se a Santa Catarina – e com o presidente da Assembleia Legislativa do Estado local, Aldo Schneider.

Segue-se uma sessão na Assembleia Legislativa, em Florianópolis.

Ainda em Santa Catarina, Vasco Cordeiro visita a Feira Catarinense do Livro, que inclui um ‘stand’ dos Açores, assim como a exposição “Antero de Quental e Vitorino Nemésio: Verbos Vivos da Cultura Açoriana”, uma iniciativa do Governo dos Açores que estará patente na Galeria de Arte do Mercado Público daquela cidade brasileira.

No dia seguinte, quinta-feira, além de um encontro com o prefeito de Florianópolis, Gean Marques Loureiro, o presidente do Governo Regional dos Açores preside à cerimónia de abertura do congresso “270 Anos de Presença Açoriana em Santa Catarina: Mar, História, Património, Literatura e Identidade”.

Organizado pelo Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina e Academia Catarinense de Letras, este congresso conta com o apoio do Governo dos Açores, da Fundação Catarinense de Cultura, da Associação Catarinense de Imprensa/Casa do Jornalista, da Prefeitura de Florianópolis e das universidades dos Açores e de Salamanca.

A deslocação oficial incluirá ainda, nos dias seguintes, passagem pelas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro, onde o socialista terá encontros com as comunidades naquelas cidades e presidirá ao lançamento do livro “Uma Página sobre Vitorino Nemésio”, que vai decorrer na Casa dos Açores do Rio Janeiro.

A convite de Vasco Cordeiro, a comitiva que viaja ao Brasil integra ainda os presidentes das Câmaras Municipais (prefeituras) de Ponta Delgada, Angra do Heroísmo e Praia da Vitória – cidades geminadas com Florianópolis, capital do estado de Santa Catarina -, bem como alguns deputados da comissão de Política Geral do parlamento açoriano.

O Brasil constituiu o destino da primeira vaga sistemática de emigração açoriana a partir do século XVIII, nomeadamente para o sul do país.

Após este período, verificou-se um grande fluxo migratório, em finais do século XIX e no início e primeira metade do século XX, para os estados de São Paulo e do Rio de Janeiro.

Nenhum comentário

Deixe um comentário