Redes Sociais:
HomeNotíciaPolíticaPresidente e primeiro-ministro de Portugal preparam visitas à área ardida de Monchique

Presidente e primeiro-ministro de Portugal preparam visitas à área ardida de Monchique

Nem António Costa nem Marcelo Rebelo de Sousa definiram as datas em que visitarão Monchique, mas já articularam as suas agendas para se deslocarem ao terreno.


Portugal Digital com Lusa


Foto: Twitter António Costa

O primeiro-ministro português, António Costa, vai deslocar-se às zonas afetadas pelo incêndio de Monchique com os governantes das áreas da habitação, agricultura, segurança social e turismo, numa visita de trabalho articulada com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, que irá depois ao terreno.

Fonte do gabinete do primeiro-ministro informou hoje à agência Lusa que António Costa e Marcelo Rebelo de Sousa articularam entre si as deslocações a Monchique, ainda sem datas marcadas, após ter sido dominado hoje o fogo que deflagrou nesta zona do Algarve há uma semana.

As deslocações estão organizadas em três fases, acrescentou a mesma fonte.

A primeira é a deslocação do ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, que acontece hoje.

Segue-se a deslocação liderada pelo primeiro-ministro numa vertente executiva e numa terceira fase, acontecerá a deslocação do Presidente da República também para se inteirar da situação.

António Costa irá acompanhado por responsáveis das pastas da habitação, agricultura, segurança social e turismo para terem reuniões com os autarcas de Monchique, Silves e Portimão, bem como com a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Algarve e a Associação de Municípios do Algarve.

O objetivo, adiantou a fonte do gabinete do primeiro-ministro, é fazer um ponto de situação da necessidade imediata de apoios e estudar as respostas a dar às populações.

A segunda comandante operacional da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), Patrícia Gaspar, deu hoje o incêndio que lavra há uma semana em Monchique como dominado, mas sublinhou que ainda não é o momento de cruzar os braços.

Nenhum comentário

Deixe um comentário