Redes Sociais:
HomeNotíciaLusofoniaReino Unido destina 861 milhões de euros para projetos em Angola

Reino Unido destina 861 milhões de euros para projetos em Angola

O Reino Unido disponibilizou 750 milhões de libras (861 milhões de euros) para apoiar projetos sociais em Angola, alguns deles incluídos no Programa de Desenvolvimento Nacional (PDN) 2018/22, noticia hoje (08) a imprensa angolana.


África 21 Digital com Lusa


Foto: Angop

O montante da verba, segundo o Jornal de Angola, foi avançado na quarta-feira em Luanda pela enviada da primeira-ministra britânica, Lindsay Northover, no primeiro dia de uma visita oficial de três dias ao país, com vista ao reforço das relações de cooperação.

Lindsay Northover, que falava aos jornalistas no final de um encontro com o ministro das Finanças angolano, Archer Mangueira, disse que o Reino Unido já está a financiar vários projetos incluídos no PDN, com destaque para a construção e manutenção das subestações elétricas de Viana e da Gabela.

O encontro com o ministro das Finanças, disse Lindsay Northover, serviu para escolher os projetos prioritários para o respetivo financiamento

“Estou muito contente por os primeiros projetos designados terem sido, finalmente, validados e saído do papel”, salientou.

A enviada de Theresa May adiantou que os projetos das subestações elétricas de Viana e da Gabela são os primeiros a ser implementados e que vão ajudar a distribuir energia elétrica às populações de Luanda e do Cuanza-Sul.

“Estas subestações precisam de ter manutenção e melhorias, para que a energia vinda de Laúca possa chegar a estas áreas”, esclareceu.

A enviada disse estar satisfeita por visitar Angola pela nona vez e por se reunir com o ministro das Finanças, com quem falou sobre o apoio que o Reino Unido está a prestar às empresas em Angola.

Segundo um comunicado da missão diplomática britânica em Angola, Lindsay Northover é acompanhada de uma delegação constituída por representantes da Agência de Crédito à Exportação do Reino Unido (UKEF) e de empresas que participam na diversificação da economia em Angola, como a Rolls Royce, KCA Deutag, Aggeko, HSBC, Standard Charted, IQA/Elecnor, Incatema e ASGC.

Durante a estada em Angola, Lindsay Northover tem previstos encontros com os titulares de departamentos ministeriais da Saúde, Energia e Águas, Transportes, Recursos Minerais e Petróleos e Agricultura e com o governador de Luanda.

A visita de Lindsay Northover a Angola coincide com uma outra de representantes da London Stock Exchange Group (Bolsa de Valores de Londres). Está também prevista uma mesa redonda de negócios da Câmara de Comércio Reino Unido-Angola.

Compartilhar

Escrito por: Portugal Digital

Nenhum comentário

Deixe um comentário